sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Do Medo

Há aqueles que dizem que o medo protege... nos permite evitar certas situações perigosas, de risco.
Tudo bem, talvez esse lado do medo exista e seja importante em algumas ocasiões... mas acredito que, na maior parte das vezes, deve ser algo a ser combatido.
Se tenho medo de avião e não enfrento o risco de um acidente, não posso experienciar o prazer de conhecer novos lugares, novas pessoas, novos caminhos, novas belezas...
Se tenho medo da velocidade e não acelero, não posso experienciar o prazer do vento batendo contra o rosto e a incrível sensação de liberdade que ela dá...
Se tenho medo de amar e não enfrento o medo de sofrer, antevendo uma possibilidade futura, não vivo a beleza de compartilhar com o ser amado a experiência da ausência de referência temporal. Amando, o passado parece não existir, pois a sensação é de ter nascido ontem já com aquela garota ao lado e o futuro parece não fazer sentido, porque a eternidade é o que conta.
Se o medo protege, ele também é um impeditivo... impede que vejamos muitas vezes a potência da vida.

Um comentário:

prof Grazi disse...

Exorcizar o medo ajuda a espantar os fantasmas do passado. Uma das formas do medo desaparecer é amar... Claro q isso não se escolhe, simplesmente acontece. Num instantinho o medo vai pro brejo. Adorei... Quero do Drummond postada em 2009. Intensa demais!
bjoooo gatão.